Osmose Reversa

Com o propósito de contribuir ainda mais com a conservação do meio ambiente a empresa investiu alto em recursos tecnológicos que permitem a reutilização de efluente industrial.

 

Recentemente, adquiriu um equipamento de ultrafiltração com membranas de “Osmose Reversa”, que separa os sólidos d do soro de leite. Retêm-se os sais minerais, lactose, gordura e proteínas (denominado concentrado) e libera água  “ultrapura”(denominado permeado).

 

O concentrado pode ser utilizado para o desenvolvimento de novos produtos ou comercialização para a fabricação de soro em pó e a água reutilizada na lavagem externa de pisos e automóveis, descargas e jardinagem.

 

A implantação do sistema de osmose reversa requer uma série de cuidados, de forma a garantir a performance desejada do equipamento e a integridade das membranas. para tanto os funcionários são treinados e capacitados. Realizam teste, avaliam os resultados e brevemente, todo esse processo funcionará dentro dos padrões exigidos, tornando a Coronata parceira nº 1 da sustentabilidade.

 

1) Osmose reversa

 

A osmose reversa é um processo de separação em que um solvente é separado de um soluto de baixa massa molecular por uma membrana permeável ao solvente e impermeável ao soluto. Isso ocorre quando se aplica uma grande pressão sobre este meio aquoso, o que contraria o fluxo natural da osmose. Por essa razão o processo é denominado osmose reversa

 

2) Ultrapura

É uma água de extrema pureza isenta de partículas íons e substâncias orgânicas ou microorganismos. Não adequada para consumo humano.